Fernando Correia
 
Sejam  Benvindos
Vivo cada relato com a mesma emoção e com o mesmo sentido de responsabilidade do início, da base, da procura e do anseio. Vivo-o como se tivesse 18 anos e me sentasse, pela primeira vez, em frente de um microfone